Por Naomi Gleit, Vice-Presidente de Gestão de Produtos e Chris Daniels, Vice-Presidente do Internet.org

Em tempos de crise, as pessoas recorrem ao Facebook para saber o que está acontecendo, compartilhar suas experiências e oferecer seu apoio.

Nos últimos meses, o Ebola abalou diretamente a população de diversos países da África Ocidental. De acordo com a Organização Mundial de Saúde, houve mais de 13 mil casos dessa doença fatal no mundo todo.

Anunciamos hoje três iniciativas que esperamos que ajudem no combate ao Ebola:

  • Uma maneira fácil de doar – um recurso para doações a fim de conscientizar e arrecadar fundos para a International Medical Corps, a Federação Internacional das Sociedades da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho e a Save the Children
  • Educação em saúde – colaborar com a UNICEF para disponibilizar informações sobre os sintomas e tratamento do Ebola para pessoas em regiões direcionadas no Facebook.
  • Serviços de emergência de voz e dados – trabalhar com a NetHope para fornecer a capacidade de comunicação vital para trabalhadores da área médica e trabalhadores humanitários em Guiné, Libéria e Serra Leoa

Uma maneira fácil de doar:
Organizações envolvidas na luta contra o Ebola estão usando o Facebook para arrecadar fundos para suas iniciativas de ajuda.

Queremos ampliar esses apelos por uma ação e ajudar as organizações a aumentarem a conscientização e a arrecadação de fundos, além de ajudá-las a se conectarem diretamente com pessoas do mundo todo. Durante a próxima semana, pessoas no Facebook verão uma mensagem no topo do Feed de Notícias com a opção de fazer doações para três organizações sem fins lucrativos que fazem trabalhos importantes na África Ocidental. A International Medical Corps, a Cruz Vermelha e a Save the Children.

megaphone-in-nexus51

Para isso, estamos usando o nosso recurso Doar, por meio do qual pessoas podem fazer doações diretamente para uma dessas três organizações. Se quiserem, as pessoas também podem compartilhar no Facebook que fizeram uma doação.

organizations-in-nexus5

Todo o dinheiro arrecadado irá diretamente para as instituições de caridade que trabalham no local. Visite facebook.com/fightebola para saber mais.

Educação em saúde:
Informações corretas sobre saúde pública são essenciais para conter a propagação do Ebola.

Estamos trabalhando em conjunto com a UNICEF para transmitir informações importantes sobre os sintomas e tratamento do Ebola para pessoas nas regiões vizinhas e afetadas. Essas mensagens da UNICEF, que aparecem no Feed de Notícias na língua local , destacam a detecção, prevenção e tratamento da doença.

unicef-message1

Serviços de emergência de voz e dados:
A comunicação e o acesso à informação são essenciais para as pessoas que estão combatendo o Ebola no local, mas muitas das áreas mais afetadas não dispõem da infraestrutura, como cobertura para celular e telefone fixo, para oferecer suporte.

Em conjunto com a NetHope, um consórcio de 41 das principais ONGs internacionais, estamos doando 100 terminais de comunicação móvel via satélite para distribuição nas áreas mais remotas de Guiné, Libéria e Serra Leoa; e também para fornecer serviços de dados e de voz que correspondam às necessidades prioritárias de trabalhadores da área médica e trabalhadores humanitários. Esses terminais, conhecidos como dispositivos Broadband Global Area Network, comunicam-se via satélite e fornecem serviços de telefonia e banda larga móvel.

Ao focar nas áreas onde há pouca ou nenhuma capacidade de comunicação, a NetHope instalará esses terminais para ajudar trabalhadores da área médica e trabalhadores humanitários com o rastreamento de contatos, a comunicação, a gestão de casos e a mobilização da comunidade. Organizações de resposta estimam que para cada paciente, ao menos 10 outras pessoas fornecerão serviços de saúde, rastreamento de contatos e outros serviços que podem exigir telecomunicações. Melhorias são de grande importância principalmente em áreas rurais onde a infraestrutura é pior e o número de casos é o mais elevado.

Se nenhuma medida for tomada, a epidemia de Ebola pode se tornar uma crise sanitária mundial de longa duração. Juntamente com os nossos parceiros, esperamos que, ao oferecer às pessoas as ferramentas de que precisam, podemos ajudar a combater essa doença.