O Facebook lança hoje em todo o mundo um novo formato de anúncios na plataforma: o Collection. O uso de smartphones mudou a forma como as pessoas consomem conteúdos, descobrem as coisas, aprendem e também compram. Ao menos 45% de todas as jornadas de compra digitais incluem uma ação em um dispositivo móvel [1], seja para pesquisar o preço ou concluir a transação. Entretanto, a maioria dessas experiências de compra via celulares não é perfeita. Alguns pontos, como a demora excessiva para carregar sites, por exemplo, acabam atrapalhando a experiência do usuário, diminuindo o sucesso da venda.

As pessoas estão assistindo mais vídeos em celulares e os interessados querem ver os produtos como eles são no mundo offline, mas também esperam que imagens e informações que online sejam exibidas mais rápidas e as experiências sejam inovadoras, fazendo de suas compras por um dispositivo móvel algo mais amigável. Por outro lado, profissionais de marketing buscam maneiras melhores para inspirar visualmente esses compradores.

Contando uma história mais visual para um produto
O Collection aumenta a probabilidade da descoberta ou compra de um produto ou serviço ao combinar um vídeo ou uma imagem do item a ser vendido com outras imagens de produtos smilares. Ao clicar no anúncio em questão, o formato apresenta uma coleção de até 50 ofertas relacionadas, garantindo uma experiência de compra imersiva e rápida. Ao clicar no produto, a pessoa tem acesso a uma página com mais detalhes sobre ele no aplicativo do anunciante, ou direto no site.

No Brasil, o iFood é uma das marcas usando o Collection para mostrar opções de produtos. O anúncio mostra o video de uma receita dando errado, seguido por uma série de restaurantes relacionados à receita. Por exemplo: um macarrão que não ficou bacana segue acompanhado de sugestões de restaurantes italianos.

Três entre quatro pessoas afirma que assistir vídeos em mídias sociais influencia na tomada de decisão de uma compra [2], o motivo pelo qual desenvolvemos o Collection. Marcas como Adidas e Tommy Hilfiger já estão utilizando o formato com vídeos específicos para impulsionar suas vendas.


A Adidas, marca global de produtos esportivos, usou o Collection para ampliar as vendas de sua nova Jaqueta Travel da linha Z.N.E, e também produtos complementares, alcançando um retorno de 5.3 vezes maior do que o custo dos anúncios [3].

“Esse novo formato de anúncio tem tudo o que precisamos para lançar um produto e impulsionar as vendas. Utilizamos o Collection para mostrar um vídeo destacando as especificações técnicas da Jaqueta Travel da linha Z.N.E. As pessoas que clicaram no conteúdo foram imediatamente levadas para uma experiência de compra imersiva e de tela inteira, que oferecia outras peças da Adidas para complementar o visual. O Collection tem excelentes capacidades de cross-selling, e certamente vamos explorar este novo formato novamente para inspirar nossos consumidores e aumentar as nossas vendas”, afirmou Rebecca Watts, Especialista Sênior de Marketing de Performance da Adidas.

Já a Tommy Hilfiger, marca americana de moda, utilizou o Collection para lançar sua campanha no celular “Veja agora, compre agora”, para coleção outono 2016, e viu um retorno 2.2 vezes maior do que os custos com publicidade [4].

“Nossa missão era democratizar os lançamentos e tornar cada detalhe disponível imediatamente para as pessoas em todo o mundo. Elevamos nossos recursos de vídeo para um outro nível, por meio da integração da funcionalidade de compras. O formato Collection cria uma experiência de consumo que reflete como as gerações atuais interagem com suas marcas favoritas. Os resultados excederam nossas expectativas, gerando um aumento do ROI de mais de 200%”, disse Avery Baker, Diretor de Marca da Tommy Hilfiger

Entenda melhor como as pessoas respondem ao seu trabalho
Para fornecer mais informações sobre o desempenho de formatos de anúncios, como o Collection e o Canvas, que oferecem experiências imersivas, iniciaremos um teste com uma nova métrica de cliques de saída, chamados de outbound clicks, nas próximas semanas. Neste teste, poderemos mostrar o número de cliques que levam as pessoas para fora do Facebook. Esperamos que o recurso possa oferecer aos profissionais de marketing um cenário mais claro sobre o caminho online que as pessoas percorrem em suas experiências com anúncios.

Os profissionais de marketing que investem em anúncios no Instagram também terão acesso à informações sobre cliques. No início desse teste, se um anúncio do Instagram direcionar o interessado para o Facebook, como uma página por exemplo, será possível visualizar a informação como um clique de saída. À medida que desenvolvemos os cliques de saída nas próximas semanas, aplicaremos a mesma filtragem que fazemos no Facebook no Instagram, para exibir este tipo de clique de saída apenas como cliques, em propriedades do Facebook.

Fontes:

1. Fonte: “Omni-channel Shopper”, pela GfK, apenas nos Estados Unidos (Facebook encomendou estudo online com participação de 2.407 pessoas acima de 18 anos, que buscaram e realizaram uma compra, de um a cinco produtos nos últimos três meses), conduzido para quantificar os comportamentos do consumidor em diferentes canais (tablets, smartphones, computador ou lojas físicas), arquivado em 16-18 Setembro, em 2015.
2. Fonte: “The Science of Social Video”, pela Brightcove (Vanson Bourne encomendou pesquisa com 5,500 pessoas acima dos 18 anos no Reino Unido, França, Alemanha, Estados Unidos e Austrália). Novembro de 2016.
3. Fonte: Estudo de caso do Facebook, março de 2017.
4. Fonte: Estudo de caso do Facebook, março de 2017.