Concluímos hoje o F8, nosso evento anual onde desenvolvedores se reúnem por dois dias para explorar o futuro da tecnologia.

Em sua apresentação, Mike Schroepfer, diretor-executivo de tecnologia (CTO), falou sobre o objetivo de desenvolver tecnologias que ajudarão todas as pessoas a construir uma comunidade global. Para isso, estamos investindo em diversas tecnologias fundamentais nos próximos 10 anos, incluindo conectividade, inteligência artificial e realidade virtual e aumentada.


Tanto Schroepfer quanto os outros palestrantes – o diretor do programa de conectividade Yael Maguire, o diretor de aprendizagem de máquina aplicada Joaquin Quiñonero Candela, o cientista-chefe do Oculus VR Michael Abrash e a vice-presidente de engenharia e Building 8 Regina Dugan – compartilharam suas visões e atualizações sobre algumas das áreas que estamos focados em longo prazo.

Saiba mais sobre os temas discutidos hoje no F8 abaixo:

Conectividade


Em vez de procurar uma única solução de conectividade para todas as situações, o Facebook está investindo em uma estratégia estrutural – isso significa que tecnologias diferentes para casos diferentes serão desenvolvidas e utilizadas juntas para criar uma rede extensa e flexível.


Hoje destacamos as novas etapas para alcançar pessoas ainda não conectadas e aumentar a capacidade e performance para todos. Nosso time quebrou três novos recordes de transferência de dados sem fio: 36 gigabit por segundo a uma distância de 13 quilômetros usando a tecnologia de ondas milimétricas (MMW); 80 gigabits por segundo entre esses mesmos pontos usando nossa tecnologia optical cross-link; e 16 gigabits por segundo de um local no solo para uma aeronave Cessna a 7 quilômetros de distância usando MMW. Além disso, nosso sistema Terragraph, que está sendo testado em San Jose, se tornou o primeiro sistema de malha de ondas milimétricas em escala de cidade capaz de oferecer performance e segurança multi-gigabits por segundo similar à fibra óptica.

Nós também anunciamos o Tether-tenna, um novo tipo de “infraestrutura instantânea” em que um pequeno helicóptero preso por um fio contendo fibra e energia pode ser acionado imediatamente para trazer a conectividade de volta em casos de emergência.


Inteligência artificial

Inteligência Artificial (IA) é uma ferramenta poderosa e vem sendo alavancada pelo Facebook para criar experiências visuais incríveis para as pessoas – incluindo uma câmera com IA no Facebook, Instagram e Messenger. Com a capacidade de aplicar algoritmos de inteligência artificial e visão computadorizada em dispositivos, a câmera agora pode compreender o ambiente ao redor, reconhecer pessoas, locais e coisas. Além disso, ela melhora a qualidade de imagens e vídeos. A nova Camera Effects Platform oferece aos desenvolvedores uma maneira de construir ferramentas de expressão criativa e nós compartilhamos algumas demonstrações de ideias que surgiram em nossa pesquisa.


Em sua apresentação hoje, o diretor de aprendizagem de máquina aplicada Joaquin Quiñonero Candela falou sobre como a inteligência artificial revolucionou a habilidade de computadores processarem e entenderem imagens e vídeos. É fácil esquecer que cinco anos atrás computadores viam imagens apenas como uma série de números sem qualquer significado particular. Atualmente, computadores são capazes de entender todos os pixels de uma imagem. Esses avanços têm tornado novas experiências possíveis, como poder adicionar objetos e efeitos a cenas do mundo real.

Nós acreditamos que a inteligência artificial é de todos. E por isso, além de abrir a Camera Effects Platform, nós anunciamos a abertura do código-fonte do software Caffe2 – uma estrutura para construir e aplicar algoritmos de IA em smartphones – e estamos fazendo parcerias com a Amazon, Intel, Microsoft, NVIDIA, Qualcomm e outros.

Realidade virtual

O Facebook está investindo em conteúdo de realidade virtual (VR) para hardware e software de PC e mobile – dos Oculus Rift e Gear VR ao Facebook Spaces.

Hoje apresentamos o mais novo design para a tecnologia Surround 360, que permite a produção de vídeos em alta qualidade para realidade virtual. A nova x24 e sua versão menor x6 são capazes de criar alguns dos conteúdos mais imersivos e envolventes já gravados em VR. A nova tecnologia para câmera permite que a pessoa se movimente dentro da cena do vídeo e veja o conteúdo de ângulos diferentes, – o que é conhecido como seis graus de liberdade ou 6DoF – levando a sensação de imersão para outro nível.


Realidade aumentada

No primeiro dia do F8, Mark Zuckerberg falou sobre como a câmera é a primeira plataforma de realidade aumentada. Hoje, o cientista-chefe da Oculus VR Michael Abrash, compartilhou sua visão do caminho para uma realidade aumentada completa – onde ela amplia sua visão e audição, permanecendo ao mesmo tempo leve, confortável, eficiente e socialmente aceita para te acompanhar em todos os lugares.

Ele falou sobre o crescimento da computação virtual – o que inclui tanto realidade virtual quanto aumentada – como a próxima grande tendência depois da computação pessoal. A computação virtual está apenas começando a tomar forma, mas ela nos dará a capacidade de transcender tempo e espaço para nos conectarmos de novas formas.


Para tornar a computação virtual parte de nossas vidas da mesma forma que o smartphone é hoje, nós precisaremos de uma plataforma de realidade aumentada transparente – provavelmente óculos transparentes capazes de mostrar imagens virtuais sobrepostas ao mundo real.

O conjunto de tecnologias necessárias para alcançar a realidade aumentada completa ainda não existe. Esse é um investimento de uma década que precisará de avanços consideráveis em ciência material, percepção, gráficos e muitas outras áreas. Mas uma vez que essa evolução seja atingida, a realidade aumentada terá o potencial de aprimorar quase todos os aspectos de nossas vidas, revolucionando a forma como trabalhamos, jogamos e interagimos.

Building 8


Building 8 é o time de pesquisa e desenvolvimento do Facebook focado em criar e trazer produtos inéditos que definam sua categoria, sejam prioritariamente sociais e estejam alinhados a missão do Facebook. Produtos da Building 8 serão movidos por um mecanismo inovador com base em DARPA e entregues em escala.

Durante o F8, anunciamos também dois projetos técnicos com foco no desenvolvimento de novas plataformas de comunicação.


Nós estamos trabalhando em um sistema que permite que as pessoas digitem com seus pensamentos. Especificamente, temos o objetivo de criar um sistema de fala silenciosa capaz de digitar 100 palavras por minuto a partir de comandos do seu cérebro – uma velocidade cinco vezes mais rápida do que você pode digitar em um smartphone hoje. Isso não significa que seus pensamentos aleatórios serão decodificados. Pense desta forma: ainda que você tire muitas fotos, você compartilha apenas as que escolhe. Da mesma maneira, você tem muitos pensamentos, mas compartilha apenas alguns deles. O sistema decodificará apenas aquelas palavras que você já decidiu compartilhar e mandou para o centro de fala do seu cérebro. É uma forma de se comunicar com a velocidade e flexibilidade da sua voz e com a privacidade da escrita. Nós queremos alcançar esse objetivo através de sensores vestíveis não invasivos que podem ser fabricados em escala.

Também temos um projeto para possibilitar que as pessoas ouçam com a pele. Estamos construindo os hardware e software necessários para levar linguagem por meio da pele.

Para mais detalhes sobre os assuntos de hoje, veja nosso Blog de Desenvolvedores e Blog de Engenharia. Você também pode assistir todas as apresentações na Página para Desenvolvedores do Facebook. Imagens dos produtos estão disponíveis na página de imprensa do F8.

Veja as apresentações completas do segundo dia aqui: