Por Jiun-Ren Lin e Shengbo Guo

Queremos ajudar as pessoas a construir uma comunidade informada no Facebook. É por isso que estamos sempre trabalhando para entender quais publicações são consideradas enganosas, sensacionalistas ou spam, para que possamos mostrar menos desses conteúdos, dando preferência para postagens mais informativas.

Ouvimos dos membros da nossa comunidade e descobrimos que eles ficam desapontados quando clicam em um link que leva a um site com pouco conteúdo relevante ou com anúncios mal-intencionados. As pessoas esperam que a experiência ao clicar em uma publicação no Facebook seja simples e direta.

A partir de hoje, estamos atualizando a plataforma de maneira que as pessoas vejam no Feed de Notícias menos publicações e anúncios que levem para sites com conteúdo de baixa qualidade. De maneira semelhante ao trabalho que já estamos fazendo para conter a desinformação, essa mudança vai ajudar a diminuir qualquer incentivo financeiro que spammers possam ter.

Uma experiência mais informativa

Temos uma política em vigor desde o ano passado para evitar que anunciantes para conteúdos de baixa qualidade fizessem publicidade na nossa plataforma. Agora, estamos aumentando os nossos esforços neste assunto, e também levando em conta as publicações orgânicas no Feed de Notícias.

Com esta atualização, revisamos centenas de milhares de sites vinculados ao Facebook para identificar aqueles que contêm pouco conteúdo e um grande número de anúncios mal-intencionados. Em seguida, usamos inteligência artificial para entender se novas páginas compartilhadas na plataforma apresentavam características semelhantes. Portanto, se determinarmos que uma postagem é de um site com conteúdo de baixa qualidade, ela pode aparecer menos no Feed de Notícias das pessoas, podendo, além disso, não ser elegível para anúncio na plataforma. Assim, as pessoas poderão ver menos mensagens enganosas e mais postagens com uma experiência mais informativa.

Isso vai impactar minha página ou minha conta de publicidade?

As mudanças serão implementadas gradualmente nos próximos meses. Pessoas e anunciantes que não têm o histórico de oferecer links para conteúdos de baixa qualidade podem perceber um pequeno aumento no tráfego, enquanto o oposto pode enfrentar um declínio na audiência. Esta atualização é uma das diversas maneiras que usamos para classificar o Feed de Notícias. Assim, o impacto vai variar de acordo com os editores, e as páginas devem continuar a publicar histórias que seu público vai gostar e se identificar.

Para anunciantes e editores que procuram dicas sobre como melhorar suas experiências na internet, leia o post completo do Facebook para Negócios e visite nossa Central de Ajuda.