O Facebook promoveu hoje, na cidade de Chicago (EUA), o primeiro encontro de comunidades presentes na plataforma, chamado de Facebook Communities Summit. Durante o evento, foram apresentadas novas ferramentas para apoiar essas comunidades e a nova missão do Facebook.

O CEO da empresa, Mark Zuckerberg, deu início ao encontro celebrando o papel que os Grupos têm na comunidade do Facebook, e agradecendo aos administradores por liderar esses grupos. Ele anunciou a nova missão do Facebook, que vai guiar o trabalho da empresa na próxima década: “Dar às pessoas o poder de criar comunidades e aproximar o mundo”.

Um importante elemento para cumprir essa missão é apoiar os administradores de Grupos, que são os verdadeiros líderes da comunidade no Facebook. Ciente disso, a empresa está lançando uma série de novas ferramentas para ajudar na expansão e no gerenciamento dos grupos:

  • Insights de Grupo: os administradores de grupos precisam de um melhor entendimento do que está acontecendo em seus grupos para ajudá-los a tomar decisões melhores em como apoiar seus membros. Agora, com os Insights de Grupo, eles terão acesso a métricas em tempo real sobre crescimento, engajamento e integrantes – como números de posts e quais horários os membros do grupo estão mais engajados;
  • Filtro para pedidos de associação: admitir novos membros em um Grupo consome muito tempo dos administradores. Por isso, essa nova ferramenta permitirá que eles ordenem e filtrem requisições por categorias como gênero e localização, para que então possam decidir se aceitam ou negam todos os pedidos de uma vez só;
  • Remoção de membros: para ajudar a manter as comunidades seguras de membros mal intencionados, administradores de grupos agora poderão remover uma pessoa e todo o conteúdo criado por ela dentro do grupo, incluindo publicações, comentários e ainda outras pessoas que foram adicionadas por eles, de uma única vez;
  • Publicações agendadas: administradores e moderadores de grupos poderão criar publicações a qualquer momento e agendar sua publicação no dia e hora mais conveniente;
  • Recomendações de Grupos: está em teste uma ferramenta para conectar grupos, ou seja, deixar que administradores recomendem outros grupos similares e relacionados aos membros de seu próprio grupo. Isso é apenas o começo de como grupos poderão se aproximar pela plataforma.

Durante o evento em Chicago, o Facebook celebrou a história de grupos na plataforma que foram formados a partir de bairros, interesses e paixões em comum ou experiências de vida.

Entre os grupos e administradores no evento, estão o “Lady Bikers of California”, iniciado por Terri Hendricks para reunir mulheres que andam de moto para se conectar, se conhecer e apoiar uma às outras, e o “Affected by Addiction Support Group”, criado pelo viciado em recuperação Matthew Mendoza para apoiar pessoas afetadas por algum tipo de vício. Outro exemplo é o grupo “Bethel Original Free Will Baptist Church”, administrado pelo pastor Kenneth Goodwin e que compartilha informações sobre eventos e horários de encontros para o grupo de pastores, além de exibir sermões ao vivo pelo Live.

O Facebook pretende promover mais encontros de administradores de grupos como o de Chicago em diferentes regiões, como parte dos esforços para aproximar ainda mais as comunidades.