Por Erin Egan, vice-presidente de Privacidade, e Ashlie Beringer, diretora Jurídica adjunta

Nas últimas semanas anunciamos algumas mudanças para dar às pessoas mais controle sobre sua privacidade e explicar como usamos os dados. Hoje, apresentamos novas experiências de privacidade para todos no Facebook, como parte do Regulamento Geral de Proteção de Dados da União Europeia (GDPR), incluindo a atualização dos nossos termos e política de dados. Todos – não importa onde morem – serão solicitados a revisar informações importantes sobre como o Facebook usa dados e poderão fazer escolhas sobre sua privacidade na plataforma. Começaremos pela Europa nesta semana.

Pedindo às pessoas que revisem como usamos os dados

Assim que o GDPR foi finalizado, percebemos que era uma oportunidade para investir ainda mais em privacidade. Nós não queremos apenas cumprir a lei, mas também ir além das nossas obrigações para construir experiências de privacidade novas e melhores para todos no Facebook. Reunimos centenas de funcionários das equipes de produtos, engenharia, jurídico, políticas públicas, design e pesquisa. Também buscamos informações de pessoas fora do Facebook com diferentes perspectivas sobre privacidade, incluindo pessoas que usam nossos serviços, reguladores e funcionários do governo, especialistas em privacidade e designers.

Vamos pedir a todos no Facebook para fazer escolhas sobre:

  • Anúncios baseados em dados de parceiros. Os anúncios no Facebook são mais relevantes quando usamos dados de parceiros, como sites e aplicativos que usam ferramentas de negócios, como o botão Curtir. Pedimos que as pessoas analisem informações sobre esse tipo de publicidade e escolham se desejam ou não que usemos dados de parceiros para exibir anúncios.
  • Informações em seu perfil. Se você optou por compartilhar informações sobre política, religião e relacionamento em seu perfil, pedimos que você escolha se deseja continuar compartilhando e nos permitindo usar essas informações. Como sempre, incluir esse tipo de informação no seu perfil é completamente opcional. Estamos tornando isso mais fácil para as pessoas que não quiserem mais compartilhar essas informações.

  • Permitindo tecnologia de reconhecimento facial. Nossos recursos de reconhecimento facial ajudam a proteger sua privacidade e a melhorar suas experiências, como detectar quando outras pessoas podem estar tentando usar sua imagem como foto de perfil, e também nos permitir sugerir amigos que você queira marcar em fotos ou vídeos. Oferecemos produtos que usam reconhecimento facial na maior parte do mundo há mais de seis anos. Como parte dessa atualização, agora oferecemos às pessoas na União Européia e no Canadá a opção de ativar o reconhecimento facial. Usar o reconhecimento facial é totalmente opcional para qualquer pessoa no Facebook.

Também solicitaremos às pessoas que concordem com nossos termos de serviço e política de dados atualizados, os quais incluem mais detalhes em resposta a questionamentos sobre como nossos serviços funcionam. Não estamos pedindo novos direitos para coletar, usar ou compartilhar seus dados no Facebook, e continuamos a nos comprometer a não vender informações sobre você para anunciantes ou outros parceiros. Embora a essência da nossa política de dados seja a mesma em todo o mundo, as pessoas na União Européia poderão ver detalhes específicos que são relevantes apenas para as pessoas que moram lá. Por exemplo, como entrar em contato com nosso responsável pela proteção de dados no âmbito do GDPR. Queremos deixar claro que não há nada diferente nos controles e proteções que oferecemos em todo o mundo.

As pessoas na União Européia começarão a ver essas solicitações nesta semana para garantir que eles tenham feito suas escolhas antes do GDPR entrar em vigor no dia 25 de maio. Como parte de nossa abordagem em fases, as pessoas no resto do mundo serão convidadas a fazer suas escolhas em uma próxima etapa, apresentando as informações de maneira que faça mais sentido para cada região.

Apresentando melhores ferramentas para acessar, excluir e baixar informações

Os novos Atalhos de Configurações e Privacidade que anunciamos no mês passado foram criados tendo o GDPR em mente, e as pessoas vão começar a vê-los nesta semana. Nossas ferramentas para acessar suas informações, recentemente ampliadas, permitirão que as pessoas vejam seus dados, excluam e façam o download e a exportação deles com facilidade. Essas ferramentas estão disponíveis globalmente, embora tenhamos sido projetadas para cumprir as normas do GDPR também. Além disso, atualizamos nosso registro de atividades em dispositivos móveis para que as pessoas vejam de maneira mais fácil as informações compartilhadas com o Facebook em seus aparelhos.

Fornecendo recursos especiais para jovens

O GDPR reconhece a importância de fornecer proteções e experiências especiais para os adolescentes. Criamos muitas proteções especiais para adolescentes no Facebook, independentemente de sua localização. Por exemplo, as categorias de publicidade para adolescentes são mais limitadas, e as opções de audiência padrão para as publicações não incluem a opção “Público”. Também mantemos desligado o reconhecimento facial para menores de 18 anos e limitamos quem pode ver ou pesquisar informações compartilhadas por adolescentes, como cidade natal ou data de aniversário. Ainda este ano, apresentaremos um novo centro global de recursos online para adolescentes, com mais informações sobre as dúvidas mais comuns sobre privacidade.

Segundo o GDPR, as pessoas entre 13 e 15 anos em alguns países da União Européia precisam da permissão de um pai ou responsável para permitir alguns recursos no Facebook – como ver anúncios baseados em dados de parceiros, incluir visões religiosas e políticas ou interesses em seu perfil. Esses adolescentes terão acesso a uma versão menos personalizada do Facebook, com restrição de compartilhamento e anúncios menos relevantes até obter permissão de um pai ou responsável para usar todos os aspectos do Facebook. Mesmo nos casos em que a lei não exige isso, perguntamos a todos os adolescentes se eles querem ver anúncios com base em dados de parceiros e se desejam incluir informações pessoais em seus perfis.

Além dos anúncios de hoje, continuaremos melhorando. Estamos comprometidos em garantir que as pessoas entendam como usamos suas informações e como elas podem controlá-las.