“Questões complexas” é uma série do Facebook sobre o impacto de nossos produtos na sociedade.

Por Rob Goldman, vice-presidente de Anúncios

Para criar um produto que conecte as pessoas em diferentes continentes e culturas, precisamos garantir que todos possam dispor dela. A publicidade nos permite manter o Facebook grátis para as pessoas. Mas enxergamos os desafios que este modelo representa, e requer um firme compromisso com a privacidade.

Portanto, nossa promessa é a seguinte: não informamos aos anunciantes quem você é e não vendemos suas informações para ninguém. Isso sempre foi verdade. Acreditamos que ter anúncios relevantes e privacidade não seja algo conflitante, e estamos comprometidos em fazer ambas as coisas bem.

Sabemos que existem muitas dúvidas sobre como usamos suas informações em nossos anúncios – e que controle você tem sobre isso. Vou esclarecer algumas das perguntas mais frequentes que recebemos, mas antes explicarei como funciona a mecânica básica de anúncios no Facebook.

Existem algumas maneiras que os anunciantes podem te alcançar por meio dos anúncios no Facebook:

  1. Informações com base no seu uso do Facebook. Quando você usa o Facebook, pode escolher compartilhar algumas coisas sobre si mesmo, como sua idade, gênero, local de nascimento ou amigos. Você também pode clicar ou curtir publicações, Páginas ou outros conteúdos. Usamos essas informações para entender quais os seus interesses na expectativa de exibir a você anúncios que sejam relevantes. Se uma loja de bicicletas chega ao Facebook querendo alcançar ciclistas do sexo feminino em Atlanta, nos Estados Unidos, por exemplo, podemos mostrar o anúncio da marca para mulheres em Atlanta que gostaram de uma Página sobre bicicletas. Mas é importante afirmar que essas empresas não sabem quem você é. Fornecemos aos anunciantes relatórios sobre os tipos de pessoas que veem seus anúncios e sobre o desempenho desses anúncios, mas não compartilhamos informações que identifiquem você pessoalmente. Você sempre pode ver os interesses atribuídos a você nas suas Preferências de Anúncios, podendo excluir o que desejar.
  2. Informações que anunciantes compartilham conosco. Neste caso, os próprios anunciantes trazem as informações sobre seus clientes, de maneira que eles possam alcançar essas pessoas no Facebook. Esses anunciantes podem ter seu endereço de e-mail de uma compra feita por você anteriormente ou de outra fonte de dados. Encontramos perfis no Facebook que correspondem a esses dados, mas não informamos ao anunciante quais são essas pessoas. Nas Preferências de Anúncios, você pode ver quais anunciantes têm informações suas e estão exibindo campanhas no momento. Além disso, você pode clicar no canto superior direito de qualquer conteúdo publicitário para ocultar os anúncios da empresa em questão.
  3. Informações que sites e aplicativos enviam para o Facebook. Alguns dos sites que você visita e aplicativos que você usa podem utilizar as ferramentas do Facebook para tornar seus conteúdos e anúncios mais relevantes, entendendo melhor os resultados de suas campanhas publicitárias. Por exemplo, se uma varejista online estiver usando o Facebook Pixel, ela pode solicitar que o Facebook exiba anúncios para pessoas que visualizaram um certo produto, como um tipo de sapato, ou que tenham colocado algum modelo no carrinho de compras. Caso você não queira que esses dados sejam usados para exibir anúncios, é possível desativá-los também nas Preferências de Anúncios. Meu colega David Baser compartilhou nesta semana mais detalhes sobre como nós, e outras empresas do setor, usamos essas informações.

Agora, vou esclarecer algumas das perguntas mais frequentes sobre nossas práticas de publicidade:

Se não estou pagando pelo Facebook, sou o produto?

Não. Nosso produto é rede social – a capacidade de se conectar com as pessoas que são importantes para você, onde quer que estejam no mundo. É a mesma coisa com mecanismos de busca, sites ou jornais gratuitos. O produto é ler as notícias ou encontrar informações – e os anúncios existem para permitir essa experiência gratuita.

Se você não está vendendo aos anunciantes meus dados, o que você está dando a eles?

Nós vendemos espaço no Facebook para anunciantes – de forma muito parecida com a que TVs, rádios ou jornais fazem. Nós não vendemos suas informações. Quando um anunciante executa uma campanha no Facebook, compartilhamos relatórios sobre o desempenho de sua campanha publicitária. Podemos, por exemplo, dizer a um anunciante que mais homens do que mulheres responderam ao anúncio, e que a maioria das pessoas clicou no anúncio a partir de um dispositivo móvel.

Por que o Facebook precisa de todos esses dados?

As pessoas usam o Facebook e compartilham informações e conteúdo – seja curtindo uma publicação, compartilhando uma foto ou atualizando seu perfil. Usamos essas informações para oferecer um serviço melhor. Podemos mostrar, por exemplo, fotos dos seus amigos mais próximos no topo do seu Feed de Notícias, mostrar artigos sobre os assuntos que mais importam para você ou então sugerir grupos que você possa querer se juntar.

Os dados também nos ajudam a mostrar anúncios melhores e mais relevantes. E permitem que os anunciantes alcancem as pessoas certas, incluindo milhões de pequenas empresas e ONGs que contam com o Facebook todos os dias para alcançar pessoas que possam estar interessadas em seu produto ou em sua causa. Os dados permitem que uma cafeteria local sobreviva e cresça em meio a concorrentes maiores, exibindo anúncios para os clientes que estejam por perto. E permitem que uma ONG promova uma arrecadação de fundos para diabéticos, atingindo os interessados na causa.

E se eu não quiser que meus dados sejam usados para me mostrar anúncios?

Você não pode deixar completamente de ver os anúncios, uma vez que eles são os responsáveis por manter o Facebook como uma plataforma gratuita. Entretanto, você tem diferentes opções para controlar como seus dados podem e não podem ser usados para exibir anúncios para você. Todas elas são encontradas nas Preferências de Anúncios.

Você pode decidir quais campos de seu perfil quer usar para segmentação de anúncios na opção “Sobre Você”, dentro da aba “Suas informações”. É possível também remover categorias em que você se aplique dentro da mesma aba, ou então excluir assuntos específicos dentro da aba “Seus interesses”. Além disso, você pode desativar anúncios que usam dados de aplicativos que você usou ou sites que visitou na aba Configurações de Anúncios na seção “Anúncios baseados no uso de websites e apps”.

A publicidade digital é relativamente nova e mudou bastante desde o seu início, quando havia apenas banners no topo de um site. Mas a promessa da publicidade digital é que ela possa mostrar anúncios de produtos, serviços e causas que possam ser interessantes para você. E para pequenos negócios, isso amplia sua competitividade, uma vez que permite que alcancem uma audiência que jamais puderam alcançar. Você ganha anúncios melhores, os anunciantes têm um público personalizado e todos no Facebook assumem nosso compromisso com a privacidade.