O segundo dia da F8 concentrou-se nos investimentos de longo prazo em tecnologia que estamos fazendo em três áreas: conectividade, Inteligência Artificial e Realidades Aumentada e Virtual. O vice-presidente da Tecnologia, Mike Schroepfer, deu início aos keynotes do dia, seguido pela diretora de Engenharia Srinivas Narayanan, pela pesquisadora Isabel Kloumann e pela líder de Gerenciamento de Produtos da Core Tech Maria Fernandez Guajardo.

Desde os avanços em trazer conectividade para mais pessoas em todo o mundo até os avanços de pesquisa de ponta em IA para o desenvolvimento de experiências totalmente novas em AR/VR, o Facebook continua a construir novas tecnologias que aproximarão as pessoas e ajudarão a mantê-las seguras.

Inteligência Artificial

Vemos a Inteligência Artificial como uma tecnologia fundamental e fizemos investimentos avançados e profundos por meio de pesquisas direcionadas por cientistas. Na F8, nossas equipes de Engenharia e Inteligência Artificial compartilharam uma recente descoberta: as equipes treinaram com sucesso um sistema de reconhecimento de imagens em um conjunto de dados de 3,5 bilhões de fotos publicamente disponíveis, usando as hashtags dessas fotos no lugar das anotações humanas. Essa nova técnica permitirá que nossos pesquisadores escalem seu trabalho rapidamente, e eles já a usaram para obter uma alta precisão recorde de 85,4% no amplamente utilizado benchmark ImageNet. Já estamos aptos a levar esse trabalho para melhorar nossa capacidade de identificar conteúdo que viola nossas políticas.


Esse trabalho de reconhecimento de imagem é alimentado por nossas ferramentas de pesquisa e produção de Inteligência Artificial: PyTorch, Caffe2 e ONNX. Anunciamos a próxima versão do nosso framework de IA de código-fonte aberto, o PyTorch 1.0, que combina as capacidades de todas essas ferramentas para fornecer a todos da comunidade de pesquisa de Inteligência Artificial um caminho rápido e contínuo para a construção de uma ampla gama de projetos. A tecnologia no PyTorch 1.0 já está sendo usada em escala, incluindo a realização de quase 6 bilhões de traduções de texto por dia para os 48 idiomas mais usados no Facebook. Em Realidade Virtual, essas ferramentas têm ajudado no lançamento de novas pesquisas em produção para fazer avatares se movimentarem de maneira mais realista.


O kit de ferramentas PyTorch 1.0 estará disponível em versão beta nos próximos meses, disponibilizando as ferramentas avançadas de pesquisa de Inteligência Artificial do Facebook para todos. Com ele, os desenvolvedores poderão aproveitar os avanços da visão computacional como o DensePose, que pode colocar uma superposição de malha poligonal completa nas pessoas à medida que elas se movem em uma cena – algo que ajudará a tornar os aplicativos de câmeras e Realidade Aumentada mais atraentes.

Para um mergulho mais profundo em todas as atualizações e avanços de Inteligência Artiticial atuais, incluindo nosso trabalho de código aberto no ELF OpenGo, confira as postagens em nosso Blog de Engenharia ou acesse facebook.ai/developers, onde você pode obter ferramentas e código para criar seus próprios aplicativos.

Realidades Aumentada e Virtual

Os avanços do Facebook em Realidade Aumentada e Realidade Virtual se baseiam em diversas áreas de pesquisa para nos ajudar a criar melhores experiências compartilhadas, independentemente da distância física. Desde capturar ambientes com aparência realista até produzir avatares de última geração, estamos mais perto de fazer experiências de de Realidade Aumentada e Realidade Virtual parecerem realidade.

Nossos pesquisadores criaram um sistema protótipo que pode gerar reconstruções em 3D de espaços físicos com resultados surpreendentemente convincentes. O vídeo abaixo mostra uma comparação lado a lado entre a gravação normal e uma reconstrução em 3D. É difícil dizer a diferença. (Dica: procure o pé do operador da câmera, que aparece apenas no vídeo normal.)

Ambientes realistas são importantes para criar experiências de Realidade Aumentada e Realidade Virtual mais imersivas, mas também para ter avatares realistas. Nossas equipes têm trabalhado em pesquisas de ponta para ajudar os computadores a gerar avatares fotorealistas, como os vistos abaixo.

Conectividade

Esses avanços em Inteligência Artificial e Realidades Aumentada e Virtualsão relevantes apenas se você tiver acesso a uma forte conexão à Internet – e atualmente existem 3,8 bilhões de pessoas em todo o mundo que não têm acesso à Internet. Para aumentar a conectividade em todo o mundo, estamos focados no desenvolvimento de tecnologias de última geração que podem ajudar a reduzir o custo da conectividade para alcançar os desconectados e aumentar a capacidade e o desempenho para todos os outros. Em Uganda, estabelecemos uma parceria com operadoras locais para trazer novas fibras para a região que, quando concluídas, fornecerão conectividade de backhaul cobrindo mais de 3 milhões de pessoas e possibilitando a conectividade futura para além das fronteiras, chegando aos países vizinhos. Enquanto isso, funcionários do Facebook e da cidade de San Jose começaram a testar uma rede Wi-Fi avançada suportada pelo Terragraph. Os testes com o Terragraph também estão planejados para a Hungria e a Malásia. E estamos trabalhando com centenas de parceiros no projeto Telecom Infra Project (TIP) para criar e lançar uma variedade de soluções de infraestrutura de rede inovadoras e eficientes. Assim como no nosso trabalho em Inteligência Artificial e outras áreas, estamos compartilhando o que aprendemos sobre conectividade para que outros possam se beneficiar disso.

Assista ao keynote completo do segundo dia da F8 aqui.

Para obter mais detalhes sobre as notícias de hoje, consulte nosso Blog de desenvolvedores, Blog de engenharia, Blog do Oculus, Blog do Messenger, Centro de imprensa do Instagram e Newsroom do Facebook. Você também pode assistir a todos os keynotes da F8 na Página do Facebook para Desenvolvedores.