No início deste ano, compartilhamos um pouco do nosso trabalho para prevenir o uso indevido de nossa plataforma de anúncios. Hoje, anunciamos algumas atualizações para nossas ferramentas de segmentação de anúncios, de forma que elas estejam alinhadas aos nossos princípios de publicidade.

Removemos algumas opções de segmentação
Estamos comprometidos em proteger as pessoas de publicidade discriminatória em nossas plataformas. É por isso que estamos removendo mais de cinco mil opções de segmentação para ajudar a evitar o uso indevido delas. Embora essas opções tenham sido usadas de maneira legítima para alcançar pessoas interessadas em determinado produto ou serviço, acreditamos que minimizar o risco de abuso seja mais importante. Isso inclui limitar a possibilidade de os anunciantes excluírem públicos relacionados a atributos como etnia ou religião.

Ampliando as medidas educativas para anunciantes
Queremos ajudar a informar os anunciantes sobre suas obrigações de acordo com nossas políticas. Por mais de um ano, solicitamos aos anunciantes identificar os anúncios de habitação, emprego ou crédito para nos certificarmos que eles estejam em conformidade com nossa política não discriminatória. Nas próximas semanas, uma nova certificação será lançada gradualmente para os anunciantes dos Estados Unidos por meio da nossa ferramenta Gerenciador de Anúncios. Os anunciantes deverão concluir esta certificação para continuar anunciando no Facebook. Criamos essa medida educativa após consultar especialistas externos para reforçar a diferença entre a segmentação de anúncios aceitáveis e anúncios discriminatórios.

Ao longo do tempo expandiremos isso para os anunciantes que usam nossas outras ferramentas e APIs em outros países.

Compartilharemos mais atualizações sobre segmentação nos próximos meses enquanto aprimoramos nossas ferramentas para pessoas e empresas.