Em julho, divulgamos uma série de ações adotadas para proteger a eleição no Brasil, incluindo iniciativas de combate à desinformação, maior transparência aos anúncios na plataforma e produtos de engajamento cívico. Hoje, anunciamos medidas adicionais que vão na mesma direção.

Contas impostoras –Temos removido Perfis no Facebook tentando se fazer passar por candidatos que estão disputando as eleições. A autenticidade é um dos pilares da nossa comunidade, e nós não permitimos o uso de imagens de outras pessoas que podem ter como objetivo enganar a comunidade.

Páginas –Recentemente, fomos alertados pela imprensa sobre Páginas no Facebook no Brasil criadas originalmente para fãs de futebol e música, entre outros temas, e que mudaram de nome para apoiar diferentes candidatos à Presidência. Removemos essas Páginas porque nossas políticas não permitem mudanças de nome de Páginas que resultem em conexões falsas ou não intencionais, e que alterem substancialmente o assunto das Páginas.

Voto virtual –Eliminamos aplicativos no Facebook que convidavam as pessoas a votarem em seus candidatos pela internet. Esses aplicativos poderiam levar eleitores a acreditar que tinham efetivamente votado, ferindo nossas políticas que impedem apoio a fraude. Também estamos notificando as pessoas que podem ter usado esses aplicativos.

Santinhos digitais –Temos retirado do Facebook fotos manipuladas de presidenciáveis com números de urna trocados para confundir eleitores. Também temos removido fotos de Perfil das pessoas com molduras que tenham o número errado de um determinado candidato. Nossas políticas não permitem declarações de intenção ou apoio a fraude, por isso a remoção dessas imagens.

Estamos sempre trabalhando para proteger nossa comunidade de abuso e para ter certeza que o conteúdo que as pessoas encontram no Facebook é autêntico. Sabemos que ainda temos muito a fazer, e continuaremos a investir para manter nossa comunidade segura.