Trabalhamos muito para proteger a integridade da nossa plataforma, e sabemos que isso é especialmente importante perto de eleições. Recentemente, foi noticiado que uma empresa brasileira de marketing digital chamada Follow estaria recrutando pessoas no Brasil para distribuir conteúdo político que simula ser orgânico para nossa comunidade.

Após uma investigação, hoje nós removemos 11 Páginas e 42 Perfis diretamente associados com a atividade da Follow por violarem as nossas políticas de autenticidade.

Embora neste momento nós não estejamos agindo contra as pessoas que podem ter sido contratadas por esta empresa, nós estamos tomando medidas para remover o conteúdo associado à Follow.

Nós queremos que as pessoas possam confiar nas conexões que elas têm no Facebook e, por isso, nossos Padrões da Comunidade não permitem que contas operem de maneira coordenada para enganar as pessoas sobre a origem de conteúdos ou para permitir outras violações de nossas políticas. Também não permitimos contas falsas.

Nós continuamos a progredir em nossas iniciativas para evitar interferência em processos eleitorais, e reconhecemos que temos mais trabalho a fazer. É por isso que estamos investindo muito em tecnologia e pessoas nesta área.