Por Fidji Simo, VP de vídeo

2018 foi um grande ano para o Facebook Watch. O Watch foi lançado em todos os países do mundo, a plataforma abriu para vídeos de todas as Páginas e nós anunciamos dezenas de produções originais do Facebook. Novos conteúdos fizeram as pessoas conversarem: do talkshow Red Table Talk de Jada Pinkett, até séries como a estrelada por Elizabeth Olsen e aclamada pela crítica, Sorry For Your Loss, e o Sacred Lies do apresentador Raelle Tucker que exibe ao vivo jogos de futebol do LaLiga na Índia.

Também iniciamos nossa série de shows globais com o primeiro game show interativo Confetti, que expandimos para seis novos mercados este ano, e o The Real World da MTV que será lançado no próximo ano nos Estados Unidos, México e Tailândia. Além disso, criadores de vídeo em todo o mundo, como o Nas Daily, Jay ShettyLaura Clery, estão crescendo na plataforma com suas caraterísticas próprias de humor, ideias e criatividade.

Três meses depois do nosso lançamento global, já são mais de 400 milhões de pessoas que acessam a plataforma por pelo menos um minuto mensalmente e 75 milhões diariamente. Em média, os visitantes diários passam mais de 20 minutos no Watch. Vimos as pessoas voltando regularmente para acompanhar os vídeos que gostam e para assisti-los por mais tempo. Abaixo, compartilhamos mais detalhes sobre nossa estratégia de vídeo e uma série de novas atualizações para o Watch.

CONSTRUINDO O WATCH PARA CONVERSAS, COMUNIDADES E CONEXÕES

Sabemos que as pessoas têm uma variedade de ofertas de vídeo disponíveis, mas o Watch é mais do que apenas uma biblioteca de vídeos. É um lugar onde as pessoas podem acompanhar criadores de vídeos que gostam, falar com os amigos sobre esses vídeos e criar comunidades de fãs com interesses comuns. Assistir a vídeos sempre foi uma experiência social, mas à medida que as pessoas assistem cada vez mais a vídeos online, ela se torna mais solitária. Com o Facebook Watch, queremos demonstrar como essa experiência pode criar conexões, em vez de ser apenas uma visualização passiva.

A capacidade de se conectar mais profundamente a partir dos vídeos é o que diferencia a experiência de vídeo no Facebook. Aprendemos com o Facebook Live o quão poderoso é quando as pessoas podem se conectar umas com as outras em torno de vídeos em tempo real, e temos construído novos formatos de vídeo e recursos baseados nessa experiência do Live.

Este ano lançamos a Watch Party para todos no Facebook, e vimos a adoção da ferramenta crescer – foram mais de 12 milhões de Watch Parties somente em Grupos, gerando oito vezes mais comentários do que vídeos regulares em Grupos.

Lançamos as Premieres, permitindo que criadores de vídeo, publishers e as pessoas em geral assistam a novos vídeos junto com outros fãs. E nós introduzimos ferramentas de enquete e gamificação, dando aos criadores de vídeo a possibilidade de criar conteúdo divertido, exclusivo e interativo para seus fãs. Nos próximos meses, estamos focados em trazer mais dessas experiências sociais para o Watch, tornando mais fácil encontrar vídeos e assisti-los com amigos.

Também estamos trabalhando para unificar a experiência de vídeo no Facebook. Atualmente, as pessoas podem encontrar vídeos no Facebook em vários lugares diferentes – no Watch, Feed de Notícias, Pesquisa, Páginas, entre outros – e tudo isso pode parecer diferente. Queremos que a experiência de assistir a vídeos seja imersiva, não importa onde você tenha descoberto um vídeo. Como parte desse esforço, faremos alguns testes nos próximos meses, como a criação de um fundo mais escuro sempre que você entrar em um vídeo pelo celular, unificando essas diferentes experiências de visualização.

Agora, anunciamos que as pessoas agora podem encontrar o Watch de outras maneiras. Em agosto, lançamos o Watch globalmente para dispositivos móveis e, a partir de hoje, o Watch está disponível em todo o mundo no desktop e no Facebook Lite.

CRIANDO MAIS OPORTUNIDADES PARA NOSSOS PARCEIROS

Desde o começo, focamos em fazer do Watch um lugar onde todos os criadores de vídeos e publishers possam encontrar uma audiência e construir uma comunidade de fãs apaixonados – e, mais importante, ganhar dinheiro pelo seu trabalho. Sabemos que a criação de um ecossistema sustentável para criadores de vídeos é a melhor maneira de trazer conteúdo de qualidade para a plataforma, e esse era o nosso objetivo ao abrir o Watch para todas as Páginas e lançar os Ad Breaks. Lançamos os Ad Breaks inicialmente para cinco países em agosto e focamos na sua expansão nos últimos meses, chegando hoje a 40 países.

Em 2019, continuaremos a expandir as maneiras pelas quais publishers e criadores de vídeo podem monetizar no Facebook. Levaremos os Ad Breaks para criadores de vídeo em mais países e testaremos novas opções de Ad Breaks, como em livestreams de gamers. Queremos levar o Brand Collabs Manager para mais países para ajudar a conectar marcas e criadores para acordos de conteúdo patrocinado (Branded Content), além de expandir nosso teste de assinaturas para fãs.

Também estamos explorando novas oportunidades para os anunciantes. Em setembro, lançamos a Reserva In-Stream (Reserva de anúncio) para anunciantes de vídeos online premium e TV incluírem seus anúncios em conteúdo no Watch e, no próximo ano, continuaremos a trazer mais opções para personalizar suas campanhas e conectar com o seu público-alvo.

Com tudo isso, aprendemos que, para que os produtos de monetização funcionem, eles precisam equilibrar as necessidades únicas de criadores de vídeo, audiência e anunciantes, criando valor para todos. No próximo ano, continuaremos a aprimorar essas ferramentas para que publishers e criadores possam gerar receitas significativas, a partir de suas audiências fiéis e engajadas no Facebook.

INVESTIMENTO EM CONTEÚDO ORIGINAL QUE GERA CONVERSAS

Desde o lançamento, financiamos uma série de conteúdos originais do Facebook no Watch, e muitos encontraram no Facebook uma audiência forte e engajada. Com nossos originais, nos concentramos nos conteúdos com o potencial de ter um engajamento mais longo no Facebook, além da sua veiculação inicial, e que geram conversas e interações dos dois lados. Por exemplo, os apresentadores do Red Table Talk perguntam para a audiência sobre temas de discussão no programa, o Returning The Favor de Mike Rowe seleciona os participantes para futuros episódios baseados nas recomendações da comunidade, e o Grupo Ball In The Family no Facebook é repleto de conversas entre episódios e temporadas.

Sabemos que um programa precisa trazer algo além para engajar as pessoas e esse “algo” pode vir na forma de uma conexão pessoal com o talento ou um conteúdo de nicho. Com os programas no Facebook, essas conexões pessoais são possíveis, e as bases de fãs já estão em geral bem formadas e acessíveis na plataforma. Esses são os aspectos que consideramos para financiar séries originais e que compartilhamos com os parceiros que querem criar conteúdo que engaje as pessoas no Facebook.

À medida que nos aproximamos de 2019, continuaremos a financiar séries originais, e estamos animados em anunciar a renovação pra a segunda temporada de quatro delas: Huda Boss, Five Points, Sacred Liese Sorry For Your Loss. Esses programas cultivaram bases de fãs profundamente engajados, que assistiram aos episódios e também conversaram sobre eles – e são ótimos exemplos do que pode acontecer quando o conteúdo e a comunidade se conectam. Você pode ler mais detalhes no [Blog de Mídia do Facebook].

Como mencionamos, nossa estratégia de conteúdo vai além de conteúdos originais – incluindo licenciamento, parcerias e muito mais – para que possamos testar e aprender sobre novas experiências de vídeo. Acima de tudo, nossa estratégia é identificar o tipo de conteúdo que as pessoas querem falar sobre e ajudá-las a criar conexões significativas em torno desse conteúdo no Facebook.

OLHANDO À FRENTE

Desde o lançamento, nosso objetivo com o Facebook Watch tem sido criar um destino que as pessoas possam visitar para encontrar os vídeos que importam para elas, os criadores que querem ver e outros fãs para conectar. Tudo o que fazemos tem esse propósito e continuaremos essa missão em 2019.

Comms_Infographic PTBR.png

Downloads:

Infográfico

Séries Renovadas

Produtos