Por Elliot Schrage, Vice-Presidente de Projetos Especiais e Chaya Nayak, Gerente de Iniciativas Estratégicas

Junto com o esforço anunciado no último ano para promover pesquisas independentes sobre o papel das mídias sociais nas eleições, nossos parceiros da Social Science One e do Social Science Research Council (SSRC) divulgaram os primeiros pesquisadores que terão acesso a dados do Facebook com privacidade protegida. Mais de 60 pesquisadores de 30 instituições acadêmicas em 11 países foram escolhidos por meio de um processo competitivo de revisão por pares organizado pelo SSRC. Você pode encontrar a lista completa de bolsas concedidas para pesquisa e outros detalhes sobre o anúncio de hoje do SSRC e Social Science One aqui e aqui. Para garantir a independência da pesquisa e dos pesquisadores, o Facebook não desempenhou nenhum papel na seleção dos indivíduos ou de seus projetos e não terá nenhum papel em direcionar os resultados ou conclusões da pesquisa.

Esperamos que essa iniciativa aprofunde o entendimento público sobre o papel das mídias sociais nas eleições e na democracia e ajude o Facebook e outras empresas a melhorar seus produtos e práticas. Nos últimos dois anos, fizemos melhorias significativas em como monitoramos e agimos contra o abuso em nossa plataforma. Sabemos que não podemos fazer este trabalho sozinhos, e muito do progresso que fizemos se deve ao apoio significativo de parceiros externos, incluindo governos, grupos da sociedade civil, ONGs, acadêmicos e outras empresas do setor privado. Esta iniciativa irá aprofundar o nosso trabalho com universidades ao redor do mundo enquanto continuamos melhorando nossa capacidade de lidar com ameaças atuais e antecipar novas.

Em apoio a esse esforço, nos últimos meses começamos a criar uma infraestrutura de compartilhamento de dados inédita para fornecer aos pesquisadores acesso aos dados do Facebook de maneira segura, protegendo a privacidade das pessoas. Conversamos com alguns dos principais consultores de privacidade e com o comitê de privacidade da Social Science One para obter recomendações sobre como garantir a privacidade dos conjuntos de dados compartilhados. Além disso, testamos rigorosamente nossa infraestrutura para garantir que ela seja segura. Algumas dessas etapas incluem a criação de um processo para remover informações de identificação pessoal do conjunto de dados, permitindo apenas o acesso do pesquisador ao conjunto de dados por meio de um portal seguro que conta com autenticação de dois fatores e uma VPN.

Além de criar uma infraestrutura customizada, também estamos testando o aplicativo de privacidade diferencial, que adiciona ruído estatístico a conjuntos de dados brutos para garantir que um indivíduo não possa ser identificado novamente sem afetar a confiabilidade dos resultados. Isso também limita o número de pesquisas que um pesquisador pode rodar, o que garante que o sistema não possa ser repetidamente consultado para contornar as medidas de privacidade. Esperamos que este teste leve a outros benefícios, permitindo que possamos desbloquear mais conjuntos de dados para a comunidade de pesquisadores com segurança.

Entendemos que muitas partes interessadas estão ansiosas para que os dados sejam disponibilizados o mais rápido possível. Embora nós permaneçamos comprometidos com o avanço dessa importante iniciativa, o Facebook também está focado em reservar o tempo necessário para incorporar as mais altas proteções de privacidade e construir uma infraestrutura que forneça dados de maneira segura. Com essas medidas, os pesquisadores selecionados terão acesso aos seguintes dados:

  • CrowdTangle: O CrowdTangle permite que pesquisadores mapeiem a popularidade de notícias e outros posts públicos pelas plataformas de mídias sociais. O API do CrowdTangle possibilitará o acesso de dados públicos do Facebook e Instagram, que incluem posts de Páginas e Grupos públicos e Perfis verificados. A partir de hoje, estamos oferecendo o acesso a essa API aos pesquisadores selecionados nesta rodada inicial de financiamento, bem como aos membros da comissão da Social Science One;
  • Ad Library API: O Ad Library API fornece dados sobre anúncios ou questões relacionadas à política do Facebook nos EUA, Reino Unido, Brasil, Índia, Ucrânia, Israel e na União Europeia. A partir de hoje, os pesquisadores já têm acesso à API. O Facebook e o Social Science One também estão trabalhando para dar feedbacks sobre o API para torná-lo mais útil para as propostas de pesquisa;
  • Informações de URLs do Facebook: Os dados de URL serão agregados de forma anonimizada para prevenir que pesquisadores identifiquem individualmente qualquer pessoa no Facebook. Este conjunto de dados incluem URLs que foram compartilhadas no Facebook por pelo menos 100 pessoas da plataforma, em média, que postaram o link configurado como público. Este conjunto de dados inclui o endereço do link e informações sobre o total de compartilhamentos, um resumo em texto do conteúdo dentro da URL, estatísticas de engajamento, como o principal país em que a URL foi compartilhada e informações relacionadas às classificações de verificação de fatos feitas por nossos parceiros. Mais detalhes sobre o que está contido neste conjunto de dados podem ser encontrados no URL Codebook. Antes de ter acesso, os pesquisadores devem participar de uma sessão de treinamento que conduziremos em junho sobre esses dados e nossa ferramenta de pesquisa. Nos próximos meses, continuaremos a explorar formas de expandir o escopo dos dados que disponibilizamos aos pesquisadores, dentro do nosso compromisso com a privacidade.

Queremos agradecer à Social Science One e ao SSRC, bem como aos muitos especialistas na comunidade acadêmica e de privacidade que contribuíram, por seu trabalho árduo e investimento contínuo no apoio a essa parceria inédita. Também apreciamos o compromisso das principais fundações que financiam esta pesquisa, incluindo a John and Laura Arnold Foundation, o Democracy Fund, a William and Flora Hewlett Foundation, a John S. and James L. Knight Foundation, a Charles Koch Foundation, a Omidyar Network, e a Sloan Foundation and Children’s Investment Fund Foundation.